Sorriso Gengival / Invertido

Sorriso Gengival / Invertido

Os chamados “sorrisos gengivais” são aqueles sorrisos que mostram a gengiva superior de forma desproporcional em relação aos dentes e lábios.

Entendemos que um sorriso harmonioso e de acordo com um padrão simétrico de beleza não deve mostrar mais do que 1 ou 2 milímetros da gengiva. Se passar disso, tem-se uma assimetria facial, o que prejudica a beleza do rosto.

Quem possui essa assimetria facial sabe o quanto pode ser incômodo conviver com ela. Muitos pacientes relatam que não sentem-se satisfeitos com a forma de sorrir e, muitas vezes, costumam não sorrir ou mesmo, colocar a mão em frente a boca para disfarçar.

Entre as principais causas do sorriso gengival estão:

  • Lábio superior mais curto que o normal (no sentido vertical)
  • Dentes menores que o normal, desproporcionais aos lábios e gengivas
  • Problemas ortodônticos
  • Padrão biotipológico facial com sua medida vertical (altura do rosto) alterada para maior, tecnicamente são os pacientes chamados de “dólicofaciais”
  • Atividade exagerada (exacerbada) dos músculos que elevam o lábio superior
  • Formato de boca que pode estar alterado, reduzido e/ou com a parte posterior projetada para a frente e as laterais estreitadas

Atualmente, entre as opções de tratamentos para corrigir o sorriso gengival, está a aplicação da Toxina Botulínica (Botox), um procedimento não cirúrgico e minimamente invasivo, que não necessita de anestesia ou pós-operatório. O uso da Toxina Botulínica é indicado a homens e mulheres, a partir de 18 anos. O procedimento tem duração de em média 15 minutos. A Toxina Botulínica é injetada dentro dos músculos responsáveis pela elevação do sorriso através de agulhas finas, causando uma fraqueza muscular localizada, controlada e reversível, aliviando a expressão e consequentemente a assimetria. Nas primeiras 48 horas após a aplicação já é possível observar os efeitos da toxina, mas somente após duas semanas é que o tratamento terá efeito completo.

Em média os resultados da aplicação duram de 4 a 6 meses, quando uma nova aplicação é necessária. Durante o primeiro ano do tratamento, indicamos os pacientes a realizarem a aplicação da Toxina Botulínica a cada 4 meses, e a partir do segundo, a cada 6.

A Toxina Botulínica é uma excelente opção para pacientes onde não se é indicada a cirurgia de correção gengival (gengivectomia ou aumento de coroa clínica), ou ainda, para aqueles que não estão dispostos a realizar um processo cirúrgico para minimizar esse problema. Muitas vezes são necessários uma série de tratamentos para se chegar a um bom resultado. Em alguns casos, indicamos associar o tratamento com Toxina Botulínica ao preenchimento labial semi-permanente. Outra opção é associar os tratamentos odontológicos.

Para o tratamento do sorriso gengival, inicialmente é necessário um correto e preciso diagnóstico. Por isso, se você não estiver satisfeito com sua forma de sorrir em função do sorriso gengival, agende uma consulta conosco e tenha um sorriso estético e belo. Sua autoestima, sua autoimagem e seu bem-estar agradecerão!